BEM-VINDO!!!

Serviço Social e Teologia juntos para tratar de comportamento humano, espiritualidade e atualidades. " Examinai tudo e retém o que é bom..." I Tessalonicenses 5:21

Pesquisar Blog/Web

sábado, 26 de março de 2016

TIPOS DE INVEJOSOS

A inveja é um assunto comum nas rodas de amigos e conversas cotidianas, mas será que é fácil identificar os tipos de inveja? Separamos através de leitura e estudo de análise comportamental os principais tipos de pessoas invejosas e nos incumbimos de criar nomes sugestivos para cada um. Leia atentamente as características e identifique aquele ou aqueles que são comuns no seu cotidiano:

             O(A) inveja gratuita

       Junto ao invejoso(a) clássico(a) são os tipos mais comuns. São pessoas da vida cotidiana que o(a) invejado(a) encontra na rua, na academia, nos comércios, nos transportes, em festas e locais públicos que distribuem olhares e trejeitos invejosos para quem for o alvo da vez. São pessoas que não conseguem causar um estrago constante ao invejado, porque não possuem nem um tipo de vínculo (a não ser que estejam na lista de amigos das Redes Sociais do invejado em razão de adição aleatória), mas seus olhares costumam ser recheados de "olho grande" e "mau olhado". Os alvos dos "invejosos(as) gratuitos(as)" são pessoas bonitas, bem sucedidas, com atributos corporais destacados, bem arrumadas ou maquiadas, alegres e de bem com a vida, estilosas, com jeitos e trejeitos diferentes e de destaque, dentre outras.
O que mais destaca uma pessoa "invejosa gratuita" é aquele olhar de inveja clássico e peculiar que muitas vezes é disfarçado ou, em alguns casos, é bem explícito. É aquele olhar penetrante na direção do "motivo da inveja" (bem material, atributo, jeito e etc...) ou aquele comum olhar de "baixo à cima" ou "dos pés à cabeça".

O(A) invejinha

         Está também entre os tipos mais comuns e pode ser encontrado com facilidade em qualquer grau de relacionamento, pois esse já possui algum tipo de vínculo (amizade, coleguismo, relação de trabalho, amoroso, de família e etc.) com o invejado. A pessoa invejinha apresenta esse sentimento ruim numa intensidade baixa e por isso, geralmente, consegue manter um vínculo com o invejado(a). Esse vínculo se torna uma forma de não perder o(a) invejado(a) de vista e ter a oportunidade de sempre estar desejando o que é dele(a) ou até mesmo desejando ser aquela pessoa invejada, pois a imitação é a arma principal do(a) "invejinha". Sua inveja se limita ao pensamento e geralmente não progride para ações contra o invejado, exceto pela constante imitação aos atos importantes da vida do invejado, o que, em alguns casos, ofende.
É muito difícil para o invejado detectar um "invejinha", pois esses conseguem disfarçar bem os sinais da inveja e pela baixa intensidade de carga negativa, eles conseguem alcançar altos níveis de relacionamento com o invejado. Para detectar um, é preciso uma investigação profunda, com muita observação aos trejeitos da pessoa e seu comportamento nas Redes Sociais.
Obs.: Na maioria dos casos o(a) "invejinha" não tem plena consciência de que é invejoso o que culmina numa batalha interior entre a personalidade própria e a imitação.

O(A) invejosinho(a)

          Não pode ser confundido com um "invejinha". A pessoa "invejosinha" também consegue manter um vínculo com a pessoa invejada, mas a intensidade de carga negativa, um pouco maior, já provoca nela algum desconforto ao se deparar com situações de sucesso ou superioridade do invejado. Por consequência, esse, faz todo o possível para estar no mesmo "nível" do invejado. Também é um tipo comum de invejoso. Geralmente são pessoas legais e por isso, mesmo percebendo os sinais, a maior parte dos invejados decidem levar o relacionamento com o(a) "invejosinho(a)" na falsidade, enquanto o restante decide manter apenas um contato básico.
Não é tão fácil detectar uma pessoa "invejosinha", porque geralmente o carisma dessa pessoa acaba cegando o invejado e esse, na maioria dos casos, só consegue notar os sinais com a ajuda de uma terceira pessoa. Uma das formas de detecção é o exame dos trejeitos e a percepção de "indiretas" contra o(a) invejado(a) que a pessoa "invejosinha" deixa escapar.
Obs.: Nós do Na Sociedade não aconselhamos a ninguém ter qualquer tipo de relacionamento com pessoas invejosas, entretanto, como muitos gostam de se arriscar, o aconselhável é chegar até esse ponto apenas. A partir daqui o invejoso não se limita somente ao "olho grande" ou "mau olhado", mas já prática ações contra o(a) invejado(a), inclusive apelando para religião e espiritualidade. Além disso a imitação deixa de ser o foco principal e esse passa a ser a superação do invejado, custe o que custar.

O(A) invejoso(a) Tróia

     É um dos tipos mais perigosos de invejoso. Isso porque a pessoa "invejosa tróia" já possui um pré-senso de inveja, ou seja, ela sabe que é invejosa e por esse motivo todas as suas ações são premeditadas. Como próprio nome sugere, esse tipo de invejoso(a) cria um relacionamento com o(a) invejado(a) e se aproveita para atacá-lo(a). Ou seja, não há mais a ausência de ação. O ataque pode ser sutil (vários pequenos ataques camuflados) ou escrachado (um único ataque para derrubar) a depender da situação. Esses ataques podem ser de vários tipos: Bulling, fofocas, ações desmoralizantes ou prejudiciais a alguma área da vida do(a) invejado(a) dentre outros.
Cai-se aqui muitas vezes no mesmo erro do anterior, de deixar-se levar pelo vínculo e acabar cegando frente ao ataque. A pessoa "invejosa Tróia" é fria e calculista e pode levar o relacionamento até um ponto em que os laços estão bastante estreitos, o que dificulta a detecção. O ideal é dar tempo ao tempo antes de se entregar ao relacionamento, seja ele qual for, até mesmo com parentes.
Obs.: Em geral os(as) "invejosos(as) Tróia" são imitadores em demasia.

O(A) invejoso(a) clássico(a)

Por se tratar do tipo mais comum de invejoso, recebe o nome de clássico. Seus procedimentos são os mais rudimentares, sendo já os primeiros contatos com(a) invejado(a) decisivos, pois sua intensidade de carga negativa é de média para alta. Nestes primeiros contatos é possível perceber de forma nítida os sinais reveladores da inveja. Este tipo de invejoso é extremamente competitivo. O máximo que a pessoa "invejosa clássica" consegue de vínculo com o(a) invejado(a) é o contato básico, pois ainda no início ela cria ou inventa um motivo para entrar em colisão com a pessoa invejada. Esse contato básico se dá pelas redes sociais (onde não se há obrigação de manter contato estreito) ou pela necessidade de contato diário ou constante (trabalho, vizinhança, atividades extras e etc...). Este contato é necessário para que a pessoa invejosa possa manter a competição e mostrar sua "superioridade".
É muito fácil detectar uma pessoa "invejosa clássica ou nata" em razão da dificuldade que essa tem de ocultar seus próprios sinais. Em alguns casos, estas pessoas sequer conseguem ter contato com o invejado, elas se retiram dos ambientes e quando não conseguem se retirar, tentam chamar a atenção para si próprias na tentativa de inibir o(a) invejado(a).
Obs.: A partir daqui ficará cada vez mais fácil identificar uma pessoa invejosa, assim como, esse tipo de pessoa será cada vez mais perigosa para os(as) invejados(os).

O(A) invejoso(a) camuflado(a)

Muito comum na vida de invejados(as) em evidência, seja em qual área for. A exposição trazida pela evidência causa um efeito propício para este tipo de invejoso(a): o de ver, sem ser visto. A internet torna-se um habitat para pessoas com essa mentalidade. Geralmente, elas são agressivas porque tem plena consciência de sua impotência diante do sucesso do(a) invejado(a) e por isso se utilizam do anonimato e da camuflagem (quando estão junto de muitos) para atacar com atos desmoralizantes e que ofendem o caráter, integridade, raça ou qualquer característica marcante do(a) invejado(a). O prazer desse tipo de invejoso(a) é atingir de alguma forma a pessoa invejada e vê-la sair de sua zona de conforto.
Detectar uma pessoa "invejosa camuflada" é fácil, o difícil é identificá-la. Como dissemos, seu principal objetivo é se esconder e usufruir dessa condição. Em muitos casos o desfecho final de casos envolvendo esse tipo de invejoso(a) fica por competência da Justiça. A intensidade de carga negativa varia entre média e alta e no último caso, na alta, em geral se torna uma espécie de obsessão.

O(A) invejoso(a) mor

Sua intensidade de carga negativa é alta e isso já influencia gravemente a capacidade de discernimento e de senso desse invejoso. A inveja para essa pessoa já beira a obsessão. O(A) "invejoso(a) mor" é totalmente competitivo(a) e extremamente agressivo(a). Não aceita ficar abaixo do(a) invejado(a) e por consequência comete atos extremos e muitas vezes bizarros. Apela para tudo que for possível em prol da sensação de bem estar gerada pela "superioridade" sobre a pessoa invejada. É muito comum vermos casos de "invejosos(as) mor" em filmes, novelas e seriados por conta da grande trama que provocam, sagas obsessivas contra os(as) invejados(as). Mas não se engane, apesar de ser menos comum do que outros tipos de invejosos, não é tão difícil topar com uma pessoa "invejosa mor" na estrada da vida. Ela se delicia em assistir a destruição e o fracasso da pessoa invejada e esse é o seu foco.
Sua carga negativa intensa é capaz de transformar o(a) "invejoso(a) mor" em uma pessoa perigosa, pois sua obsessão, quando incontrolável, desperta reações violentas, muitas vezes ao extremo. É muito facilmente identificado(a) porque não é capaz de ocultar seus sinais e geralmente já possui um histórico de problemas de relacionamento.

O(A) invejoso(a) kamikaze

Segue a mesma linha da pessoa "invejosa mor" possuindo praticamente as mesmas características. A diferença é que esse tipo de invejoso, como o próprio nome sugere, não se importa nem mesmo consigo. Em busca da sensação de triunfar sobre o(a) invejado(a) ele é capaz de se auto-destruir, levando consigo a pessoa invejada. Muito comum em relacionamentos amorosos e em relações de trabalho. É uma pessoa extremamente obsessiva e calculista e costuma usar da chantagem para conseguir atingir seu objetivo. Ela é inescrupulosa e sua alta (ou altíssima) carga de negatividade faz dela tanto uma grande agoureira, quanto uma pessoa perigosa de lhe dar. Assim como a pessoa "invejosa mor", a kamikaze também é propícia a cometer crimes.
Encontrar um(a) "invejoso(a) kamikaze" não é tão comum quanto outros tipos, mas também não é uma "agulha no palheiro". Para que uma pessoa alcance esse nível de inveja é possível que sua criação tenha sido muito ruim ou traumática, ou que ela sofra de Transtorno de Estresse Pós-Traumático. Em todo caso, o melhor a se fazer é observar os sinais e evitar maiores contatos com esse tipo de invejoso.

O(A) invejoso(a) total

Chegamos ao limite, esse é o último tipo e, disparado, o mais perigoso de todos. Esse é verdadeiramente um psicopata, ele tem ódio do(a) invejado(a) e não suporta sua existência. Não tem escrúpulos e não tem limites. O simples fato de cruzar com a pessoa invejada é motivo para discussões, brigas e até mesmo tentativas de homicídio e tudo isso, sem motivo aparente. Pessoas desse tipo não são comuns, mas geralmente as encontramos nas páginas de jornais rotativos e telejornais em reportagens criminais. Geralmente pessoas desse nível de inveja tem um histórico de brigas, agressões e até homicídios.
Esse tipo de invejoso já mostra seus sinais no primeiro contato, então a observação é muito importante. O essencial é sair da rota de colisão com a pessoa invejosa total, pois essa, não tem limites. Se estiver sendo coagido ou ameaçado o ideal é procurar as autoridades e sempre estar atento a possível ação do(a) invejoso(a).
Obs. final: O que move a inveja é o contato direto e constante, seja pessoal ou virtual. Portanto, como não somos especialistas em identificar de imediato o tipo de pessoa invejosa que estamos lidando, o ideal é cortar o contato com a pessoa invejosa para evitarmos surpresas desagradáveis. Isso quando, é claro, houver risco a nossa integridade ou houver possibilidade. Se não há contato, ou relacionamento, não há inveja.

E aí, identificou? Um ou muitos? O Na Sociedade tem um desafio para você! Pense em algum tipo de invejoso que tenha ficado de fora de nossa lista, teça alguns comentários sobre e invente um nome sugestivo. As melhores sugestões serão coletadas e entrarão no "Manual da inveja" que vamos criar em breve onde seu nome será incluído na autoria.


E você leitor, ainda mantém sua opinião sobre o assunto? Não deixe de compartilhar com seus amigos. Isso é muito importante para nosso blog. Para seguir o Na Sociedade é fácil basta clicar aqui "PARTICIPAR DESTE SITE", ou no botão azul com o mesmo nome.

Siga-nos no Facebook, Na Sociedade Fan Page

Siga-nos também no Twitter: @tanescl